sexta-feira, 19 de julho de 2013

Exposição de Artes Visuais

Cartaz realizado com o desenho de fractal, elaborado à mão, 
pelas alunas Ana Margarida e Marta Medeiros do 8º1.



Registo dos melhores momentos do dia da Feira Pedagógica, na Sala de Artes Visuais e do panorama geral da exposição.



                       

Boas Férias para todos








O Patinho Feio

Decoração da Peça de Teatro: "O Patinho Feio"

Decoração da Peça de Teatro “O Patinho Feio”: realizada pela turma 2, do 7ºano, nas aulas de E.V. Trabalho de interdisciplinaridade, feito em parceria com o Professor André Sousa de Cidadania e a professora Délia Melo de Língua Portuguesa, exibida no Auditório do Colégio com a Associação de Paralisia Cerebral de S.Miguel, no dia da Feira Pedagógica. Apesar das dificuldades na concretização de uma decoração de grandes dimensões, devido à inicial falta de material e ferramentas, foi possível com a reutilização de materiais e o espírito de trabalho dos alunos, a criação de um cenário de grandes dimensões e leve de modo a ser transportado para o auditório. Os alunos realizaram-no com muito entusiasmo, em grande parte devido à utilização de um novo material, o poliuretano, que permite a realização de diversos cenários e porque tinham por objetivo um fim solidário.





Aqui ficam os desenhos projetados, durante a Peça de Teatro, os quais foram realizados, em conjunto pelas alunas: Carlota Ferro, Filipa Silva e Beatriz Sequeira.





quinta-feira, 27 de junho de 2013

3º FEIRA PEDAGÓGICA DO COLÉGIO DO CASTANHEIRO



 



Cartaz elaborado em Artes Visuais, para a feira, com os desenhos de Diogo Ribeiro e Rita Viveiros, do 6º1, os quais foram realizados para o filme: "Poesia Visual. A Matemática é Bela!" e de fundo o fractal realizado pelas alunas Ana Margarida e Marta Medeiros, do 8º. Trabalhos em exposição na Sala de Artes Visuais.


sexta-feira, 21 de junho de 2013

Mapa da Europa Geometrizado



Interdisciplinaridade= Línguas + E.V.T

As professoras: Delfina Miranda, Délia Melo, Sandra Magalhães e Nélia Hilário, em parceria com a professora Lídia Meneses de Educação Visual e Tecnológica, juntamente com a turma do 6º1, dando resposta ao tema anual e geral: "A Matemática é Bela!", resolveram transformar o mapa da Europa, em formas geométricas, sendo estas o: retângulo, quadrado, triângulo, péntagono e hexágono. 


O critério utilizado de depuração das formas, transforma Portugal continental num retângulo assim como a Espanha, o Reino Unido, Escócia e Irlanda em triângulos. A Alemanha, a Polónia em hexágonos e num pentágono a França, embora esta última forma tenha suscitado motivo de preocupação à professora Delfina;P! É que, segundo os livros, a França é um hexágono!
Meio torto....!Na perspetiva da disciplina de E.V.T;P
ihihihihihi


O resto dos países são um puzzle de diferentes figuras geométricas.
Só a Macedónia parece ser um círculo!


Obviamente que não nos podíamos esquecer das ilhas açorianas. Estas ficaram num aglomerado de retângulos e quadrados, sendo o Corvo, um círculo.


Foi um trabalho que os alunos fizeram com interesse, usando papel vegetal sobre um mapa normal e posteriormente sintetizando as formas com o auxílio de réguas, aristos e compassos. Mais difícil foi a junção das formas, em K-Line. O aluno António Pacheco do 6º1, esteve sempre no "comando das operações" e a aluna Constança Barros, Rita Viveiros, Gonçalo Raposo, Lourenço Pacheco na anotação dos países europeus e suas caraterísticas. Todos os alunos fizeram o seu próprio país.
Um trabalho que terá continuidade para o ano.

terça-feira, 18 de junho de 2013

A Ilustração Científica


INTERDISCIPLINARIDADE= E.V+E.T+CIDADANIA+C.N

O Desenho Científico
(Visão de E.T e E.V)



O desenho científico é um desenho que nos fornece uma rica e precisa imagem visual, utilizado, principalmente, em trabalhos científicos. Pode ser um desenho simples mas também pode ser um desenho rigoroso ou complicado.

O desenho científico é um desenho que exige um elevado rigor técnico e é necessário um elevado teor de conhecimento sobre o que estamos a desenhar.

Muitas vezes um desenho científico pode ser mais preciso que uma fotografia.

Durante as aulas de Educação Visual e de Educação Tecnológica, com a professora Lídia Meneses, estivemos a trabalhar em desenhos científicos de animais e plantas do nosso colégio. Com esses desenhos construímos um livro que tem as informações e os respetivos desenhos científicos dos animais ou das plantas existentes no nosso colégio. Cada um desenhou o seu favorito.

Foi um trabalho demorado de levantamento e registo da Fauna e Flora, de desenhos mal conseguidos e outros bem conseguidos, de digitalização e tratamento de imagem e finalmente da organização do texto e imagem, isto é, paginação. 

Um trabalho demorado, paciente e persistente que, tendo começado no ano letivo de 2011, termina em 2013. Porém, não deixa de ser um livro para sempre aberto!



- Texto elaborado pelos alunos do 7º1, ano letivo 2012/ 13


(Visão de Cidadania)


(Visão de Ciências da Natureza)


Imagens do Livro: 
"Fauna & Flora do C.C", em formato digital   





Clica aqui para veres mais:


Aqui fica o agradecimento à professora Andreia Medeiros de Ciências da Natureza, professora Delfina Miranda de Cidadania e à querida turma do 7º1, pelo seu trabalho hérculeo de 3 anos.




terça-feira, 11 de junho de 2013

A Ilustração


A INTERDISCIPLINARIDADE ENTRE LÍNGUAS E ARTES VISUAIS 

UMA ILUSTRAÇÃO É UMA IMAGEM PICTÓRICA UTILIZADA PARA ACOMPANHAR, EXPLICAR, INTERPRETAR, ACRESCENTAR INFORMAÇÃO, SINTETIZAR OU SIMPLESMENTE DECORAR UM TEXTO. EMBORA O TERMO SEJA USADO FREQUENTEMENTE PARA SE REFERIR A DESENHOSPINTURAS OU COLAGENS, UMA FOTOGRAFIA TAMBÉM É UMA ILUSTRAÇÃO. 


FOI COM INSPIRAÇÃO NO LIVRO ESCRITO PELA RITA MONIZ, DA TURMA 2, 6º ANO QUE, A TURMA À QUAL PERTENCE, RESOLVEU ILUSTRAR O LIVRO E CRIAR UM FILME. FOI O TRABALHO DE 2 PERÍODOS LETIVOS, O QUAL PODERÃO VISUALIZAR, AQUANDO DA III FEIRA PEDAGÓGICA.


T- Shirts M4THPR1NT

Em interdisciplinaridade* com as disciplinas de Cidadania, no que respeita ao caráter empreendedor e à disciplina de Matemática, quanto à utilização dos seus códigos, números e símbolos próprios, as disciplinas de Artes Visuais propuseram-se a pintar, à mão, t-shirts para venda, sobre o tema anual, "A Matemática é Bela!". Assim, foram realizadas T-shirts que visam interpretar, matemáticamente, os diversos espaços do Colégio, sendo estes os seguintes:

As T-Shirts M4THPR1NT, já estarão à venda ou em sorteio de Bingo, na III Feira Pedagógica do Colégio do Castanheiro, sala do 8ºano, que ocorrerá a 28 de junho de 2013.


Embora, não se encontre na mesma linha estética da M4THPR1NT (branco, preto e vermelho), a Mariana Alvim resolveu presentear o seu pai com a seguinte T-Shirt, inspirada no tema, dado na aula de Ed.Visual, os Fractais:


* Interdisciplinaridade entre as professoras Lídia Meneses, Patrícia Silva e a turma do 8º Ano.

O fractal, interpretado pelos Castanheiros


Fractal realizado pelo aluno Bernardo Nunes, em conjunto com a prof. Lídia. Composição suscetível de
repetir-se infinitamente, isto é, a primeira composição é a forma original, a qual pode repetir-se em diversas
direções. Foi escolhida a reflexão do lado direito.

Fractal da A. Margarida e Marta, 8ºano. A forma original é um triângulo e a direção, um asterisco *.
Fractal desenhado pela Simone do 7º2. As formas originais são 2 triângulos e um  semi-círculo.
Apenas usou a direção horizontal e a vertical, para obter este padrão. Usou a técnica da dobragem
de folha e recorte. Depois pintura sobre o recorte.

Fractal realizado por Henrique Ponte e João Baptista, 7º2. A forma original é um círculo que,
repetindo-se nas suas metades, resulta numa forma orgânica, semelhante a uma molécula, a qual
segue a direção de um arco para a direita.


Fractal realizado por Tiago e João Gatta, do 8ºano. A forma original é o círculo e  a direção
são linhas verticais e horizontais. Posteriormente, os alunos desconstruiram o desenho,
recortaram-no e voltaram a construir.
Fractal de António Pavão e João Gouveia, 8ºano. A forma original é um triângulo.
Os alunos usaram a direção vertical e a horizontal.
Em seguida a técnica da dobragem de folha e recorte.
Depois pintura sobre o recorte, como mostra a imagem. 

Fractal criado por Henrique Bernardo e Luís do 7º2. A forma original e a direção são, igualmente, triângulos.
Fractal realizado por Beatriz Soares, Inês Carneiro e Inês Freitas, do 7º2.
A forma original é um círculo e a direção é uma linha diagonal.
Fractal desenhado a pastel de óleo, lápis de cor e marcadores, pelos alunos : João Torres e Rafael, 8ºano.
A forma é um coração ornamental que segue a direção de uma espiral, para a esquerda.
Fractal realizado por Isabel Sousa e Maria Ponte, 7º2.
A forma da esquerda é um círculo que aumenta segundo o mesmo centro e o da direita é
um triângulo que segue a direção de um quadrado e um ponto de convergência.
Fractal realizado pela aluna Carla, do 7º2.
A forma original é um círculo que segue as direções de asteriscos.
Fractal realizado por João Schiffart, 8º ano.
A forma original é um triângulo, o qual segue o seguinte esquema:


O triângulo de Sierpinsky foi descoberto pelo matemático Waclav Sierpinsky (1882-1969)


É obtido através de um processo iterativo de divisão de um triângulo equilátero em quatro triângulos semelhantes. 

Visto um destes quatro triângulos estar invertido (em relação ao original), é retirado do triângulo original, sobrando apenas os outros três. Repete-se no passo seguinte o mesmo procedimento em cada um dos três novos triângulos com a orientação original, e assim sucessivamente. 

O fractal obtido é estritamente auto-semelhante, ou seja, as partes da figura são cópias reduzidas de toda a figura, apresentam uma beleza e harmonia ímpares.


Pode-se generalizar o triângulo de Sierpinsky para uma terceira dimensão, obtendo-se assim a pirâmide de Sierpinsky.


Pirâmide de Sierpinsky


Fractal realizado por Carlota Leal.
Fractal desenhado em conjunto, pelas alunas: Daniela; Madalena e Isabel Flores.



Fractal de João Sousa, 7º2. A forma original é um círculo e a direção, um asterisco *.




--> Fotografias captadas por Daniela, Luís e Filipa, 7º2.

















Fractais- A Arte da Matemática


Fractais no Colégio




 
Os fractais são um produto da matemática muitas vezes detentores de uma beleza e destreza técnica impressionante.

Para a realização de fractais é necessário saber alguns conteúdos matemáticos como as proporções e as semelhanças.



Os fractais são, então, figuras que se repetem sendo aumentadas e reduzidas proporcionalmente. A sua característica base é, o  aumento e a redução proporcional de uma figura. O Pantógrafo é um instrumento utilizado para este fim “lê e reproduz proporcionalmente a figura inicial”.



Por mais estranho que pareça, podemos encontrar na própria Natureza fractais, como, nos flocos de neve ou em plantas. Ou seja, a Natureza em si já cria fractais.

Os fractais eram feitos à mão, com alguma falta de rigor técnico, mas, actualmente, e com os avanços tecnológicos, são feitos com maior precisão, com o auxílio de complexos cálculos matemáticos, através  do computador. Por exemplo, através de programas informáticos como o XAOS (lê-se caos) ou à mão, com maior dificuldade.

Os fractais são considerados uma arte pois é necessário destreza e muita matemática, assim a Matemática é Bela!





Proposta de trabalho sobre Fractais:

Os alunos do 7º e 8º ano aprenderam, este período, o que são fractais e até os construíram com esquadro técnico, régua, cálculos matemáticos, entre outras técnicas que permitiram o desenho mais rápido.

As aulas de matemática muito facilitaram, pois os alunos deram, também, este período as semelhanças e utilizaram as proporções.

Relatório elaborado por: João Sousa e José Botelho, 7º2

Fractal elaborado, à mão, pela aluna Mariana Cordeiro, do 7º2.


A Mariana usou a figura do lado para iniciar a sua composição gráfica.
Foi utilizada a técnica de dobragem de um papel e, posteriormente, o recorte.
A direção tomada foi, apenas, a de linhas horizontais e verticais.
A Mariana teve que realizar alguns cálculos de proporcionalidade.


terça-feira, 23 de abril de 2013

6ºAno em Defesa da Natureza


Não foi possível colocar o nome dos alunos no vídeo, mas segue a lista ordenada dos autores de cada desenho:

Des.1- Gonçalo Raposo;              Des.8- Rafael Brito
Des.2- Miguel André                   Des.9- Ernesto
Des.3- M.Clara Menezes             Des.10- Ludvig 
Des.4- Ana Freitas                       Des.11- António Pacheco
Des.5- Lourenço Pacheco            Des.12- David Sebag
Des.6- Joana Franco                    Des.13- Marta Matos
Des.7- Mariana Curvelo/6º2        Des.14- Miguel Mendonça

                   Des.15- Tânia Andrade





segunda-feira, 22 de abril de 2013

Kids for Saving Earth

  O dia Mundial da Terra







Em Honra de Clint e da Mãe Terra que tanto defendeu, a professora Paula Valério de Inglês, tomou a iniciativa interdisciplinar de organizar uma manifestação pacífica, neste dia tão especial. Os alunos do 5º1 e 5º2, foram "desafiados", na aula da professora Lídia Meneses, de E.V.T, a criarem cartazes de defesa do Meio Ambiente, usando apenas materiais reutilizáveis, o que os obrigou a usar muito a matemática, calculando o espaço gráfico das letras escritas a tampas, palhinhas e papel de jornal. A professora Ana Carvalho de E.M, ensaiou- os magistralmente e todos cantaram a "Promise Song" a preceito.


..............Nos próximos dias teremos as fotos dessa "manif." e dos cartazes elaborados pelo 5º1/5º2. O 6º1/6º2 e 9º Anos, ajudaram na concretização dos mesmos, tal como já é comum, visto serem tão talentosos ;)..........................................................................................................


Aqui estão as fotos da manifestação pela preservação do Meio Ambiente.
Os alunos do 5º1 e 5º2 juntaram-se e vestiram-se de verde. Para além dos cartazes, iam munidos de vassouras, esfregonas e apanhadores, incentivando deste modo à limpeza da Natureza.


segunda-feira, 15 de abril de 2013

Vídeo de Poesia Visual

Vídeo dos desenhos elaborados na aula de E.V.T, com a turma 1, do 6º ano. Interpretação do tema: "A Matemática é Bela!", usando os códigos e símbolos da Matemática.

domingo, 14 de abril de 2013

Proposta de Trabalho_Poesia Visual



Turma 1, 6ºAno

"Pêndulo" E.M de Melo e Castro


Tipo de ilustração: POESIA VISUAL

Poesia visual pretende ser um tipo de poesia em que, as imagens e os símbolos estão distribuídos de forma que o elemento visual pode assumir a principal função organizacional da obra, não dependendo da existência de símbolos de escrita para sua caracterização como poesia, embora não os excluindo.

Objetivo: criar um filme composto pelas ilustrações.

Tema: “A Matemática é Bela!”

Descrição: Elabora um conjunto de designs gráficos, tendo por tema: “A Matemática é Bela!”:

1- Usa números e letras. (Investiga tipos de letra e usa vários manuais de Matemática);

2- Faz esboços e experiências gráficas, no diário gráfico (colagens, desenhos, etc…) usando apenas a cor preta.

3- Transpõe a tua melhor ilustração da “Matemática é Bela!”,
para uma folha A4, 1 cm nas margens superior e laterais,2 cm na margem inferior, com nome, número e turma inscritos no lado direito da mesma, de modo discreto. Apenas deves usar a cor preta e o fundo deve ser imaculadamente branco.



P.S (Lembra-te que é tão importante o processo de desenho (esboços, erros...), como o resultado final)


Muita Inspiração!
Prof: Lídia Meneses


Poesia Visual

Em trabalho de parceria com as áreas de Matemática, Língua Portuguesa e as Artes Visuais, os alunos do Colégio do Castanheiro têm desenvolvido um conjunto de desenhos, os quais pretendem dar uma interpretação do tema anual e geral: "A Matemática é Bela!"
Serão, posteriormente, transformados numa animação gráfica, em suporte multimédia. 


ANA HATHERLY
A  interação entre a literatura e as artes visuais



                       
Ana Hatherly, Escuta o conto profano, tinta da china s/ papel, 1998.

"O círculo é a forma eleita
                                                      É ovo, é zero. 
É ciclo, é ciência. 
Nele se inclui todo o mistério
E toda a sapiência.
É o que está feito, 
Perfeito e determinado, 
É o que principia
No que está acabado.
A viagem que o meu ser empreende
Começa em mim, 
E fora de mim, 
Ainda a mim se prende.
A senda mais perigosa. 
Em nós se consumando, 
Passando a existência
Mil círculos concêntricos
Desenhando."